Cindy Ferrarezi - REPERTÓRIO para MISSA - MÚSICAS PARA A MISSA NOSSA SENHORA DAS DORES

MÚSICAS PARA A MISSA NOSSA SENHORA DAS DORES

NOSSA SENHORA DAS DORES ( MEMÓRIA)

 

ENTRADA: Estava a Mãe dolorosa

 

  Dm
Estava a mãe dolorosa
F
Junto à cruz lacrimosa
   Gm        A        D m
Enquanto o filho pendia
   Gm                 A
Enquanto o filho pendia

    Dm
Mãe de Jesus transpassada
   Gm                  D m
De dores aos pés da cruz
  Gm               D m              A 7               D m     D 7
Rogai por nós, rogai por nós, rogai por nós a Jesus
   Gm      C7     F       Dm     Bb     A7       Dm
Rogai por nós, rogai por nós, rogai por nós a Jesus

Dm
Da que essas chagas sagradas
F
Sejam bem fundo cravadas
Gm       A     Dm
Senhora em meu coração
Gm         A
Senhora em meu coração



ATO PENITENCIAL: À ESCOLHA

 

SALMO: 30(31)

Bm                F#m       A              Bm
 Salvai-me pela vossa compaixão, ó Senhor Deus!



Bm                                   A 
Senhor, eu ponho em vós minha esperança;*
A                                    Bm
que eu não fique envergonhado eternamente!
Bm                                      A 
Porque sois justo, defendei-me e libertai-me*
A                                 Bm
apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!



Bm                            A 
Sede uma rocha protetora para mim,*
A                            Bm
um abrigo bem seguro que me salve!
Bm                                 A 
Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza;*
A                                   Bm
por vossa honra orientai-me e conduzi-me!



Bm                          A 
Retirai-me desta rede traiçoeira, *
A                             Bm
porque sois o meu refúgio protetor!
Bm                                       A 
Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, *
A                               Bm
porque vós me salvareis, ó Deus fiel!



Bm                                   A 
A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio, *
A                              Bm
e afirmo que só vós sois o meu Deus!
Bm                                  A 
Eu entrego em vossas mãos o meu destino; *
A                               Bm
libertai-me do inimigo e do opressor!



Bm                                A 
Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, *
A                                     Bm
que reservastes para aqueles que vos temem!
Bm                              A 
Para aqueles que em vós se refugiam, *
A                                         Bm
mostrando, assim, o vosso amor perante os homens.


 

 

SEQUÊNCIA DE NOSSA SENHORA DAS DORES (facultativa)

 

(Forma LONGA – a partir daqui até o final)

1. DE PÉ A MÃE DOLOROSA,
JUNTO DA CRUZ, LACRIMOSA,
VIA JESUS QUE PENDIA.
NO CORAÇÃO TRANSPASSADO
SENTIA O GLÁDIO ENTERRADO
DE UMA CRUEL PROFECIA.

2. MÃE ENTRE TODAS BENDITA,
DO FILHO ÚNICO, AFLITA,
À IMENSA DOR ASSISTIA.
E, SUSPIRANDO, CHORAVA,
E DA CRUZ NÃO SE AFASTAVA,
AO VER QUE O FILHO MORRIA.

3. POBRE MÃE, TÃO DESOLADA,
AO VÊ-LA ASSIM TRANSPASSADA,
QUEM DE DOR NÃO CHORARIA?
QUEM NA TERRA HÁ QUE RESISTA,
SE A MÃE ASSIM SE CONTRISTA
ANTE UMA TAL AGONIA?

4. PARA SALVAR SUA GENTE,
EIS QUE SEU FILHO INOCENTE
SUOR E SANGUE VERTIA.
NA CRUZ POR SEU PAI CHAMANDO,
VAI A CABEÇA INCLINANDO,
ENQUANTO ESCURECE O DIA.

5. FAZE, Ó MÃE, FONTE DE AMOR,
QUE EU SINTA EM MIM TUA DOR,
PARA CONTIGO CHORAR.
FAZE ARDER MEU CORAÇÃO,
PARTILHAR TUA PAIXÃO
E TEU JESUS CONSOLAR.

(FORMA BREVE – a partir daqui, até o final)

6. Ó SANTA MÃE, POR FAVOR,
FAZE QUE AS CHAGAS DO AMOR
EM MIM SE VENHAM GRAVAR.
O QUE JESUS PADECEU
VENHA A SOFRER TAMBÉM EU,
CAUSA DE TANTO PENAR.

7. Ó DÁ-ME, ENQUANTO VIVER,
COM JESUS CRISTO SOFRER,
CONTIGO SEMPRE CHORAR!
QUERO FICAR JUNTO À CRUZ,
VELAR CONTIGO A JESUS,
E O TEU PRANTO ENXUGAR.

8. VIRGEM MÃE TÃO SANTA E PURA,
VENDO EU A TUA AMARGURA,
POSSA CONTIGO CHORAR.
QUE DO CRISTO EU TRAGA A MORTE,
SUA PAIXÃO ME CONFORTE,
SUA CRUZ POSSA ABRAÇAR!

9. EM SANGUE AS CHAGAS ME LAVEM
E NO MEU PEITO SE GRAVEM,
PARA NÃO MAIS SE APAGAR.
NO JULGAMENTO CONSEGUE
QUE ÀS CHAMAS NÃO SEJA ENTREGUE
QUEM SOUBE EM TI SE ABRIGAR.

10. QUE A SANTA CRUZ ME PROTEJA,
QUE EU VENÇA A DURA PELEJA,
POSSA DO MAL TRIUNFAR!
VINDO, Ó JESUS, MINHA HORA,
POR ESSAS DORES DE AGORA,
NO CÉU MEREÇA UM LUGAR.

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO: (sugestão de melodia, mudando o versículo)

G        D        C    D
Aleluia, Aleluia, Aleluia

Em D
Feliz a Virgem Maria, que, sem passar pela morte,
Em
do martírio ganha a palma, ao pé da cruz do Senhor!

 

APRESENTAÇÃO DOS DONS:Sobe a Jerusalém

 

  D           Bm               G     A7     D
Sobe a Jerusalém, virgem oferente sem igual
F#                Bm               Em                  A7
Vai apresenta ao Pai teu menino luz que chegou no natal
  D            Bm                    G     A7     D
E junto a sua cruz, quando Deus morrer fica de pé
F#              Bm               Em          A7           D   A7
Sim, Ele te salvou, mas o ofereceste por nós com toda fé

  D           Bm               G     A7     D
Nós vamos renovar este Sacrifício de Jesus
F#                Bm               Em                  A7
Morte e ressurreição: vida que brotou de sua oferta na cruz
  D            Bm                    G     A7     D
Mãe, vem nos ensinar a fazer da vida uma oblação
F#             Bm              Em         A7          D  A7
Culto agradável a Deus é fazer oferta do próprio coração

 

 

SANTO: À ESCOLHA

 

CORDEIRO: À ESCOLHA

 

COMUNHÃO: Maria da Paixão

​Pe. Ney Brasil

 

   Dm                 Gm            F         
1. Maria da Paixão, Maria, Mãe das Dores, 
   A7      Dm          Gm   A7    Dm    A7
Maria do Silêncio, Mãe da co-Redenção. 
Dm                   Gm           F 
Escuta nossa prece ó Mãe dos pecadores 
Gm      C    Dm      Gm      A7  D   Em7
enxuga nosso pranto acolhe a oração.

D Em7 F#m Bm7 Em7 A7 D
Maria, Mãe das Do – res Maria da Compaixão
D Em7 F#m Bm7 Em7 A7 Dm
Escuta os peca – do – res teus filhos, teus irmãos.

Dm Gm F
2. Sofreste com teu noivo, José, angustiado
A7 Dm Gm A7 Dm A7
lá em Belém choraste batendo à porta em vão
Dm Gm F
Fugiste com teu Filho, da espada do tirano
Gm C Dm Gm A7 D Em7
mas de Simeão a espada varou teu coração.

Dm Gm F
3. Não entendeste o Filho no templo entre os doutores
A7 Dm Gm A7 Dm A7
Lá em Caná tua prece parece rejeitada.
Dm Gm F
Na sua vida pública não és reconhecida
Gm C Dm Gm A7 D Em7
mas vais ao seu encontro da Cruz, na tua estrada.

4. Ao pé da cruz, mulher, Jesus, Mãe te declara
em João tu nos recebes quais filhos teus agora.
A lança que atravessa o corpo já sem vida
varou teu coração, fiel co-redentora.

5. Assim, na tua carne, no coração no corpo.
completa, generosa, o que falta à paixão.
Ao Pai roga por nós que nós também possamos
com teu Filho e contigo remir nossos irmãos.

FINAL: À ESCOLHA

*****************************************************************

Na solidão do calvário

 

Letra: Frei José Moacyr Cadenassi
Música: Irmã Miria Kolling

   Dm               Gm   A7

1. Na solidão do calvário
Dm
Junto a cruz lá estavas
E7    A7
Mãe de Jesus pelas dores,
Dm
a sua fé renovavas!

D7                Gm                 C7
Sou a mãe da fortaleza e esperança
F               Bb
Perseverem no caminho, sejam luz
Gm               A7
Frente a tantos desafios da jornada
Dm             D7
Esta vida se renova pela cruz.

Dm   Bb   A7  Dm
Esta vida se renova pe – la cruz.

 

Dm                 Gm     A7
2. Teu coração foi ferido
Dm
Pela cruel vil espada
E7   A7
Que apontou novo rumo
Dm
Vida do amor conquistada

Dm                 Gm   A7
3. Vem ensinar-nos Maria
Dm
A recriar esta história
E7    A7
Pelo trabalho do reino
Dm
Sem violência ou discórdia

 

 

 

HINO DAS DORES DE MARIA SANTÍSSIMA

Ir. Maria Elizabeth

 

D         Bm7     Em             A7
Ó mãe dolorosa, que aflita chorais
Em            A       G    A    D
Repleta de angústia, Bendita sejais

D Bm7 Em A7
Bendita sejais, Senhora das Dores
Em A G A D
Ouvi nossos rogos, Mãe dos pecadores

D Bm7 Em A7 A voz de Simeão no templo escutais Em A G A D Cruéis profecias, Bendita sejais
D Bm7 Em A7 O Céu manda um Anjo dizer que fujais Em A G A D Da fúria de Herodes, Bendita sejais
D Bm7 Em A7 Voltando do Templo, Jesus não achais Em A G A D Que susto sofrestes, Bendita sejais
D Bm7 Em A7 Que dor indizível, quando O encontrai Em A G A D Com a cruz às costas, Bendita sejais
D Bm7 Em A7 A dor ainda cresce quando contemplais Em A G A D Jesus expirando, Bendita sejais
D Bm7 Em A7 No vosso regaço, seu corpo abrigais Em A G A D Com ele abraçada, Bendita sejais.
D Bm7 Em A7 Sem filho e tal filho então suportais Em A G A D Cruel solidão, Bendita sejais


 

 

Com teu Filho e contigo remir nossos irmãos.

Escreva um elogio ou uma sugestão.