Pular para o conteúdo

Senhor, Tu Vieste Mostrar aos Errados

Compartilhe

image_pdfPDF (somente letra)

Senhor, Tu Vieste Mostrar aos Errados

 

 

Letra: Jocy Rodrigues (refrão);

Liturgia das Horas (estrofes)

Música: Joaquim Fonseca de Souza

 

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

1. Vamos juntos dar glória ao Senhor
e a seu nome fazer louvação.
Procurei o Senhor, me atendeu,
me livrou de uma grande aflição.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

2. Olhem todos pra ele e se alegrem,
todo tempo sua boca sorria!
Este pobre gritou e ele ouviu,
fiquei livre de minha agonia.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

3. Acampou na batalha seu anjo,
defendendo seu povo e o livrando.
Provem todos, pra ver como é bom
o Senhor que nos vai abrigando.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

4. Santos todos, adorem o Senhor,
aos que o amam, nenhum mal assalta.
Quem é rico, empobrece e tem fome,
mas, a quem busca a Deus, nada falta.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

5. Ó meus filhos, escutem o que eu digo,
pra aprender o temor do Senhor.
Qual o homem que ama sua vida,
e a seus dias quer dar mais valor?

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

6. Tua língua preserva do mal
e não deixes tua boca mentir.
Ama o bem e detesta a maldade,
vem a paz procurar e seguir!

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

7. Sobre o justo o Senhor olha sempre,
seu ouvido se põe a escutar.
Que teus olhos se afastem dos maus,
pois, ninguém deles vai se lembrar.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

8. Deus ouviu, quando os justos chamaram
e livrou-os de sua aflição.
Está perto de quem se arrepende,
ao pequeno ele dá salvação.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

9. Para o justo há momentos amargos,
mas vem Deus pra lhe dar proteção.
Ele guarda com amor os seus ossos,
nenhum deles terá perdição.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

10. A malícia do ímpio o liquida,
quem persegue o inocente é arrasado.
O Senhor a seus servos liberta,
quem o abraça, não é castigado.

Senhor, tu vieste mostrar aos erra-ados
de novo, o caminho da casa do Pai.
Tu deste teu corpo, tu deste teu sa-angue,
pra ser o sustento do Filho que cai.

 


 

PARTITURA


 

Precisa de Músicas para Missa, Repertório Completo? Clique aqui

 


 

Compartilhe