ACOLHE OS OPRIMIDOS (2 versões)

ACOLHE OS OPRIMIDOS

 

Letra: Reginaldo Veloso (refrão),

Pe. Jocy Rodrigues (estrofes)

Música: Hamilton Florentino dos Santos

 

(17º DTC) 
Acolhe os oprimidos, em sua casa, ó Senhor, é seu abrigo! ele se faz temer, pois a seu povo dá força e poder 1. A nação que ele governa, é feliz com tal Senhor. Lá do céu ele vê tudo, vê o homem e seu valor. Fez o nosso coração, forte e contemplador. 2. O que dá a vitória ao rei não é ter muitos soldados. O valente não se livra por sua força ou seus cuidados. Quem confia nos cavalos vai, no fim, ser derrotado. 3. Ó Senhor protege sempre quem espera em seu amor, pra livrar da triste morte, e, na fome, dar vigor. No Senhor é que esperamos, ele é escudo protetor. 4. Nele nosso coração encontrou sempre alegria. No seu nome sacrossanto, quem é bom sempre confia. Traz, Senhor, com teu amor, esperança e alegria!
(ou PODE UTILIZAR A MESMA MELODIA DO DOMINGO ANTERIOR)

 

Letra: Reginaldo Veloso (refrão),

Pe. Jocy Rodrigues (estrofes)

Música: José A. de Lacerda Junior

    
 
Acolhe os oprimidos, em sua casa, ó Senhor, é seu abrigo! ele se faz temer, pois a seu povo dá força e poder 1. A nação que ele governa, é feliz com tal Senhor. Lá do céu ele vê tudo, vê o homem e seu valor. Fez o nosso coração, forte e contemplador. 2. O que dá a vitória ao rei não é ter muitos soldados. O valente não se livra por sua força ou seus cuidados. Quem confia nos cavalos vai, no fim, ser derrotado. 3. Ó Senhor protege sempre quem espera em seu amor, pra livrar da triste morte, e, na fome, dar vigor. No Senhor é que esperamos, ele é escudo protetor. 4. Nele nosso coração encontrou sempre alegria. No seu nome sacrossanto, quem é bom sempre confia. Traz, Senhor, com teu amor, esperança e alegria!