O meu Reino tem muito a dizer

Comunhão

 

Thomaz Filho

Frei Fabret

 

1. O meu Reino tem muito a dizer: não se faz como quem procurou aumentar os celeiros bem mais e sorriu! Insensato, que vale tais bens se hoje mesmo terás o teu fim? Que tesouros tu tens pra levar além? Sim, Senhor, nossas mãos vão plantar o teu Reino! O teu pão vai nos dar teu vigor, tua pa-a-az! 2. O meu Reino se faz bem assim: se uma ceia quiseres propor, não convides amigos, irmãos e outros mais. Sai à rua, à procura de quem não puder recompensa te dar, que o teu gesto lembrado será por Deus! 3. O meu Reino – quem vai compreender? Não se perde na pressa que tem sacerdote e levita que vão sem cuidar. Mas se mostra em quem não se contém, se aproxima e procura o melhor para o irmão agredido que viu no chão! 4. O meu Reino não pode aceitar quem se julga maior que os demais por cumprir os preceitos da lei, um a um. A humildade de quem vai além e se empenha e procura o perdão, é o terreno onde pode brotar a paz! 5. O meu Reino é um apelo que vem transformar as razões de viver que te faz desatar tantos nós que ainda tens. Dizer sim é saberes repor tudo quanto prejuízo causou, dar as mãos, repartir, acolher, servir!