Pular para o conteúdo

A liturgia muda de acordo com os meses do ano?

A liturgia muda de acordo com os meses do ano?

A liturgia muda de acordo com os meses do ano?

 

A resposta para essa pergunta é muito fácil, não é mesmo?

É claro que a liturgia não muda de acordo com os meses do ano.

A liturgia tem seu calendário próprio. Segue os tempos litúrgicos.

E porque então queremos “inventar moda”?

Criar as famosas “missas temáticas”, fazer “dancinhas” e tudo mais?

Você sabia que não podemos alterar o rito da liturgia?

Que devemos seguir o que está na IGMR (instrução geral do Missal Romano)?

Lá não diz  por exemplo que  no “mês da bíblia” podemos criar um “rito” a parte para entrada da bíblia.

Vamos por partes:

Quando é solicitado ao grupo de música para que ele cante uma música para entrada da bíblia, você precisa ter consciência de que está inventando algo.

Cantamos músicas processionais que acompanham o rito , como exemplo canto de entrada, apresentação das oferendas, distribuição da comunhão.

Não existe na liturgia o rito da procissão da bíblia.

Quando você faz uma “simples procissão de entrada” está dando enfase, mais valor, ao que realmente deve ser celebrado.

Lembre-se a missa é a Memória do Senhor ou sacrifício eucarístico; Sacrifício da cruz; (IGMR).

O Senhor é e deve ser o centro da celebração.

Ao fazermos a entada da bíblia, com o intuito de fazermos menção ao mês da bíblia, estamos tirando o foco da celebração.

Se este simples ato de “reverenciar” a bíblia fosse litúrgico, ele estaria presente o ano todo, concorda?

Siga o que está no Missal! Simples assim!

Criatividade não cabe dentro da liturgia.

 

Afinal, o que cantar no mês da bíblia?

Devemos cantar a liturgia o ano inteiro!