Na festa da vida!

Na festa da vida!

Comp. Pe. Lúcio Floro, Pe. Lucas

 

 

  1. Na festa da vida sem par,
    Caná põe a mesa, pois não!
    Na mesa não pode faltar,
    Nem vinho, nem risos, nem pão.
    Maria, que é Mãe, ali vai.
    Os noivos têm Mãe em Caná,
    Jesus quer saber a hora do Pai,
    Maria lhe diz: “É já!”

Maria, Maria. Vem pôr, Mãe querida,
Jesus, Pão da vida, Na mesa do Altar!
Maria, Maria. Sem ti não há festa:
Ó vem, fica nesta, Pra nada faltar!

  1. O vinho já está bem no fim,
    Sem ele alegria não há:
    Não pode ficar triste assim,
    a festa do amor em Caná.
    E manso Maria correu,
    E diz a Jesus o que quer:
    E o vinho sobrou, a festa cresceu,
    Deus fez só por ti, Mulher!

Maria, Maria. Vem pôr, Mãe querida,
Jesus, Pão da vida, Na mesa do Altar!
Maria, Maria. Sem ti não há festa:
Ó vem, fica nesta, Pra nada faltar!

  1. Escutem o que Ele disser,
    E façam o que Ele mandar.
    Assim esta santa Mulher,
    Ensina a palavra escutar.
    Nas talhas a água se faz,
    Um vinho que espanta os hebreus.
    Assim sempre tem União, Festa e Paz,
    O povo que escuta a Deus.

Maria, Maria. Vem pôr, Mãe querida,
Jesus, Pão da vida, Na mesa do Altar!
Maria, Maria. Sem ti não há festa:
Ó vem, fica nesta, Pra nada faltar!

  1. Maria em Caná revelou
    Jesus a que veio e quem é.
    E a fé, esta Mãe, despertou
    em Pedro, em Tiago, em André.
    Meus filhos em torno do altar
    ó Mãe te rezamos assim:
    “Ajuda-me a crer! Ensina-me a amar”
    e a festa será sem fim!

Maria, Maria. Vem pôr, Mãe querida,
Jesus, Pão da vida, Na mesa do Altar!
Maria, Maria. Sem ti não há festa:
Ó vem, fica nesta, Pra nada faltar!

  1. Deus vem para a festa do amor,
    põe vinho na mesa e nos diz:
    “Deus quer ver você, sim Senhor,
    no céu e na terra feliz”!
    Aqui Deus reparte seu pão
    e a gente aprendendo, então vai:
    Partilha o que tem e canta o refrão:
    “Só quem quer o irmão tem Pai”!

Maria, Maria. Vem pôr, Mãe querida,
Jesus, Pão da vida, Na mesa do Altar!
Maria, Maria. Sem ti não há festa:
Ó vem, fica nesta, Pra nada faltar!